BelaVistaMS
Política

25/05/2018 - 08h44

Política

Caravina defende que pré-candidatos à Presidência assumam compromisso com os municípios

Willams Araújo

Presidente da Assomasul lidera caravana de 55 prefeitos de MS durante a XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Pedro Caravina, defendeu nesta segunda-feira (21) a importância de se incluir na pauta com os candidatos à Presidência da República o compromisso de cobrir os custos dos municípios com os programas do governo federal.

A sugestão, que agradou prefeitos de várias regiões do País, foi feita durante reunião na CNM (Confederação Nacional de Municípios) como parte da XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que ocorre de 21 a 24 deste mês na capital federal.

Membro ativo do Conselho Político da CNM, Caravina destacou, nesse caso, que o presidente da República tem força suficiente para aprovar votações no Congresso Nacional mobilizando a sua base de apoio na Câmara dos Deputados e no Senado, onde tramitam vários projetos de interesse dos municípios.

Na prática, o dirigente quer que esse compromisso dos pré-candidatos seja explicito, de modo que os prefeitos possam cobrar no futuro.
Uma das preocupações dos prefeitos, segundo o presidente da Assomasul, é que as verbas destinadas à manutenção dos programas do governo nos municípios são insuficientes para o custeio, forçando as prefeituras arcarem com as despesas mesmo sem a fonte de receita. 

Ele citou, por exemplo, programas tipo ESF (Estratégia Saúde da Família), do Ministério da Saúde, em que o governo repassa apenas R$ 7 mil aos municípios e o custo das despesas no Posto de Saúde é de aproximadamente de R$ 50 mil, incluindo médicos enfermeiros, dentistas,  etc.

No movimento municipalista deste ano, a Asssomasul mobilizou o maior número de prefeitos da história, levando a Brasília 55 dos 79 prefeitos de Mato Grosso do Sul.

DEBATES

Oito pré-candidatos à presidência da República já confirmam presença na Marcha a Brasília, segundo a CNM, organizadora do ato.

O evento deste ano reserva dois momentos para receber os presidenciáveis e debater as prioridades dos governos locais e as necessidades de mudanças estruturais da federação brasileira. Os painéis ocorrem nos dias 22 e 23, a partir das 14h.

Na programação do evento, estão previstos quatro candidatos por dia. Na terça-feira, 22, os municipalistas receberão, em painéis individuais, Álvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede), e Manuela D’Ávila (PCdoB). Já no dia 23, confirmaram presença Jair Bolsonaro (PSL), Afif Domingos (PSD), Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB). Ainda na quarta-feira, está programada a leitura de uma carta de Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato do PT.

Após exposição, os presidenciáveis responderão questionamentos sobre os principais problemas enfrentados atualmente nos municípios, de Norte a Sul do País, inclusive em relação à partilha de competências e dos recursos entre os Entes federados.

Além de conhecer as propostas de governo, a expectativa do movimento municipalista é obter do futuro presidente da República o compromisso com a causa municipalista.

Os painéis serão conduzidos pelo atual presidente da Confederação, Paulo Ziulkoski. Mais de 5 mil gestores municipais já estão com presença confirmada, mas os organizadores acreditam que a XXI Marcha registrará recorde de público. Além da presença dos presidenciáveis, a programação prevê outros momentos singulares, como a participação dos chefes do Executivo e do Legislativo.

A CNM reforça que os presidentes da República, Michel Temer, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), participarão do evento como devidos representantes dos Poderes do Executivo e do Legislativo.






Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

FPM registra elevação em maio, mas indica previsão de queda de 40% nos meses seguintes

Os números indicam um decréscimo de 20% em junho com relação a maio, e em torno de 18% a 20% em julho

Jamilson Name o nome da renovação politica Sul-Mato-Grossense

Nascido em Sidrolândia/MS, Jamilson, sempre acompanhou os projetos sociais desempenhados por sua família nos bairros da Capital

SOLIDARIEDADE confirma candidatura de vereador na região de Corumbá e Pantanal

A decisão foi tomada em reunião da cúpula do SD, acontecida no gabinete do vereador Papy

Candidata propõe eleições gerais na Famasul

Em oposição ao atual presidente Mauricio Saito, Terezinha Candido quer mais participação do produtor

Caravina defende que pré-candidatos à Presidência assumam compromisso com os municípios

Presidente da Assomasul lidera caravana de 55 prefeitos de MS durante a XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios

Temer promete esforço para votar com urgência a nova Lei das Licitações

Pedido foi feito pelo presidente da Assomasul, Pedro Caravina, como membro do Conselho Político da CNM (Confederação Nacional de Municípios)

SOLIDARIEDADE: Pré-candidato à Presidência cumpre agenda em Campo Grande

Ainda na segunda-feira, na parte da tarde, de acordo com a assessoria do pré-candidato, o restante da sua agenda será de encontros com sindicalistas, estudantes, setores do agronegócio

Marcos Derzi diz que quer aproximar Sudeco dos prefeitos de MS

Superintendente do órgão participou de evento na Assomasul, em Campo Grande, nesta quarta-feira (25)

Artista surpreende novos auditores durante capacitação no TCE-MS

Com espontaneidade, Ruberval fortaleceu a motivação, que é uma dos pontos relevantes do TCE-MS

Caravina discute municipalização do trânsito com secretário de Segurança Pública

Na conversa com o secretário de Segurança Pública, Caravina se comprometeu em intermediar entendimentos com prefeitos em torno do processo





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb