BelaVistaMS
Polícia

07/02/2018 - 18h38

Polícia

PRF divulga principais causas de acidentes nas rodovias federais do Mato Grosso do Sul

Núcleo de Comunicação Social

Causas presumíveis são aquelas que o policial determina, após observar os vestígios, indícios e provas colhidas no local do acidente

Em 2017 a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou uma redução de 21,6% no número total de acidentes, no comparativo com 2016. Foram registrados 1.935 (um mil e novecentos e trinta e cinco) acidentes em 2017, contra 2.471 em 2016, somente no Mato Grosso do Sul. Entre as 5 principais causas presumíveis estão a falta de atenção, velocidade incompatível, sono, ingestão de álcool e desobediência à sinalização.

Relatório da PRF apontou que as cinco principais causas presumíveis foram responsáveis por 68,2% dos acidentes graves ocorridos em 2017.

Causas presumíveis são aquelas que o policial determina, após observar os vestígios, indícios e provas colhidas no local do acidente, além do depoimento de testemunhas e envolvidos. Após análise, o PRF registra a possível causa do sinistro.

No Mato Grosso do Sul a *principal determinante*, com 39% de todos os acidentes, foi a falta de atenção à condução, porcentagem idêntica ao balanço nacional. Essa causa reflete o comportamento desatento do condutor em razão de fatores distrativos que o levem a percepção retardada do perigo, tais como: falar ao celular, manusear equipamentos, conversar com passageiros, não observar os retrovisores, errar percurso, realizar manobras inadequadas, manuseio errôneo do veículo, entre outras.

Em segundo lugar, a velocidade incompatível, como possível causa de 9,5% dos acidentes. Velocidade incompatível não é apenas transitar acima da velocidade regulamentada para a via. Mas também, mesmo quando dentro dos limites permitidos por Lei, esteja em desacordo com as condições meteorológicas, do local, do trafego e do próprio veículo.

Em terceiro lugar, com 7,1% das causas presumíveis, está o sono. Acidentes relacionados a motoristas que perderam o controle do veículo devido o condutor ter dormido na direção. Esses acidentes estão relacionados à exaustão do motorista, seja ele profissional ou não, que não planeja eficientemente sua viajem e a longas e exaustivas distâncias.

Em quarto lugar, com 6,6% das causas, está a ingestão de álcool. Somente no ano de 2017 o reforço da fiscalização desta conduta resultou em 92.747 (noventa e dois mil e setecentos e quarenta e sete) testes de alcoolemia aplicados, resultando na autuação de mais de 1.321 (um mil e trezentos e vinte e um) e na prisão de 366 (trezentos e sessenta e seis) motoristas por infrações relacionadas ao consumo de álcool.

A desobediência à sinalização também computou 6,6% das causas apuradas, seguida das ultrapassagens proibidas, responsáveis por 4,8% dos acidentes.

No levantamento foram considerados  os acidentes graves (com um morto ou pelo menos uma pessoa lesionada gravemente)

Confira planilha com os números do Mato Grosso do Sul no link: *https://docs.google.com/spreadsheets/d/13KVz2exL2fDkAMXdRckqE_owh5yuQCVFYQ2_9l93ljU/edit?usp=sharing

Dados Nacionais
Para dados nacionais, acesse o link: https://www.prf.gov.br/portal/sala-de-imprensa/releases-1/balanco-prf-2017/view






Comentários Comente a notícia


TagsNotícias relacionadas

Nenhuma notícia relacionada no momento.

Leia maisMais notícias

PRF divulga principais causas de acidentes nas rodovias federais do Mato Grosso do Sul

Causas presumíveis são aquelas que o policial determina, após observar os vestígios, indícios e provas colhidas no local do acidente

Caravina anuncia isenção de taxa e quer os 79 municípios na próxima Copa Assomasul

O prefeito anfitrião, Paulo César Silveira (Paulo Tucura), fez referência a crise que assola os municípios

SEGURANÇA ALIMENTAR

Segurança alimentar em MS terá R$ 955 mil para pesquisa com indígenas e atualização de plano

Atualmente a Caisan/MS é composta por membros da Sedhast, Secretaria de Estado de Educação, Secretaria de Estado de Governo, Secretaria de Estado de Saúde e Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

Jovens de MS serão amparados pelo Núcleo de Promoção e Defesa da Defensoria Pública

Na oportunidade foi pactuado que a Defensoria Pública promoverá a alteração da resolução que criou o Nudeca, de modo a garantir a inclusão da juventude entre as competências do órgão

Sinpol-MS pede transferência de presos após tentativa de fuga na DP de Fátima do Sul.

Recentemente, a categoria realizou uma mobilização pelo fim da custódia de presos nas delegacias que resultou no acordo com a Coordenadoria das Varas de Execuções Penais que se responsabilizou em retirar, gradualmente, os detentos condenados das delegacias até dezembro de 2018 e prevê o atendimento de emergencial em unidades em situação crítica

Ministério Público liga propina à Odebrecht; Moro prolonga prisões

Os documentos embasaram a decisão do juiz Sergio Moro, responsável pelas ações da Lava Jato, que decretou nesta sexta-feira (24) nova prisão preventiva dos executivos do grupo, entre eles seu presidente, Marcelo Odebrecht.

PF faz buscas em imóveis de Collor, ex-ministros e presidente nacional do PP

A Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão em imóveis ligados a eles, como nas residências de Collor em Brasília e em Alagoas.





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb