BelaVistaMS
Política

29/01/2018 - 17h12

Política

Em dificuldade, prefeitos tentam convencer governo a liberar socorro de R$ 2 bilhões

Willams Araújo

De acordo com a assessoria de imprensa da entidade municipalista, o dirigente cobrou ao ministro a liberação urgente desses recursos

Em dificuldade financeira desde o ano passado, quando muitos não conseguiram fechar as contas públicas, os prefeitos voltaram a procurar o governo federal na tentativa de receber R$ 2 bilhões como parte da medida provisória que prevê a transferência dos recursos por meio do chamado AFM (Auxílio Financeiro aos Municípios).

Desse total, às prefeituras de Mato Grosso do Sul têm direito a mais de R$ 29 milhões, segundo cálculos da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), filiada a CNM (Confederação Nacional de Municípios).

Na terça-feira (23), o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, se reuniu com o ministro-chefe da Secretaria de Governo e deputado federal licenciado Carlos Maru (MDB-MS), para tratar dessa e outras questões de interesse dos municípios.

De acordo com a assessoria de imprensa da entidade municipalista, o dirigente cobrou ao ministro a liberação urgente desses recursos. “O mais importante agora é fazermos uma tramitação consensual e célere no Congresso Nacional”, frisou Ziulkoski.

Uma das principais bandeiras do movimento municipalista, o auxílio financeiro pode desafogar as contas de milhares de cidades, que ainda sentem os efeitos da crise.

Pressionado, Marun compreendeu a urgência do tema e informou que o governo federal está mobilizado para disponibilizar o dinheiro aos municípios o mais breve possível.

Para o presidente da Assomasul, Pedro Caravina, o cumprimento desse acordo firmado no ano passado entre o presidente Michel Temer, a CNM e entidades regionais municipalistas está sendo aguardado com grande expectativa pelos gestores públicos que dependem de fluxo de caixa para sanear as finanças.

A maior preocupação dos prefeitos é que a medida provisória que prevê a liberação do auxílio financeiro está prestes a vencer, o que pode provocar maior demora na reedição de nova MP pelo presidente da República.

Outras pautas

Durante o encontro,  o presidente da CNM aproveitou o momento para levar até o ministro algumas das pautas de interesse comum entre municípios e a União.

Como exemplo, ele citou a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 287/2016, que trata da Reforma da Previdência e a PEC 22/2011, cujo foco é o reajuste do piso dos ACS (Agentes Comunitários de Saúde).

Uma das preocupações da entidade é o impacto financeiro que essa última PEC pode trazer aos cofres públicos, caso seja aprovada. Também esteve em pauta na reunião o Projeto de Lei (PL) 6.814/2017, com nova proposta para a realização de licitações.

Além desses itens comuns, Ziulkoski solicitou o apoio do governo na aprovação da PEC 391/2017. De autoria do senador Raimundo Lira (PMDB-PB), a matéria pretende elevar em 1% o FPM (Fundo de Participação dos Municípios), fonte de sobrevivência especialmente para as pequenas cidades.

Pelo texto, o repasse deve ser concedido no mês de setembro, ajudando a balancear as contas locais do período.






Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

FPM registra elevação em maio, mas indica previsão de queda de 40% nos meses seguintes

Os números indicam um decréscimo de 20% em junho com relação a maio, e em torno de 18% a 20% em julho

Jamilson Name o nome da renovação politica Sul-Mato-Grossense

Nascido em Sidrolândia/MS, Jamilson, sempre acompanhou os projetos sociais desempenhados por sua família nos bairros da Capital

SOLIDARIEDADE confirma candidatura de vereador na região de Corumbá e Pantanal

A decisão foi tomada em reunião da cúpula do SD, acontecida no gabinete do vereador Papy

Candidata propõe eleições gerais na Famasul

Em oposição ao atual presidente Mauricio Saito, Terezinha Candido quer mais participação do produtor

Caravina defende que pré-candidatos à Presidência assumam compromisso com os municípios

Presidente da Assomasul lidera caravana de 55 prefeitos de MS durante a XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios

Temer promete esforço para votar com urgência a nova Lei das Licitações

Pedido foi feito pelo presidente da Assomasul, Pedro Caravina, como membro do Conselho Político da CNM (Confederação Nacional de Municípios)

SOLIDARIEDADE: Pré-candidato à Presidência cumpre agenda em Campo Grande

Ainda na segunda-feira, na parte da tarde, de acordo com a assessoria do pré-candidato, o restante da sua agenda será de encontros com sindicalistas, estudantes, setores do agronegócio

Marcos Derzi diz que quer aproximar Sudeco dos prefeitos de MS

Superintendente do órgão participou de evento na Assomasul, em Campo Grande, nesta quarta-feira (25)

Artista surpreende novos auditores durante capacitação no TCE-MS

Com espontaneidade, Ruberval fortaleceu a motivação, que é uma dos pontos relevantes do TCE-MS

Caravina discute municipalização do trânsito com secretário de Segurança Pública

Na conversa com o secretário de Segurança Pública, Caravina se comprometeu em intermediar entendimentos com prefeitos em torno do processo





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb