BelaVistaMS
Geral

29/09/2017 - 13h26

Geral

Greve dos Correios: Federação recorre de liminar de juiz do TST e greve continua

Ascom

Assessoria jurídica contesta decisão do TST sobre abusividade da greve

A FENTECT (Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios) informa que, a respeito da liminar expedida nesta quinta-feira (28), por um juiz do Tribunal Superior do Trabalho (TST), sobre a abusividade da greve dos trabalhadores dos Correios, em nenhum momento, a federação se absteve de realizar as negociações com a ECT, tendo reiterado a disponibilidade do Comando de Negociação. O que ocorre até o momento é a falta de negociação por parte da empresa e por isso aconteceu a greve.

Foi a direção dos Correios que cancelou as negociações. Logo, a decisão dos empregados de entrarem em greve não é fato impeditivo para a continuidade do processo de negociação, conforme informado à direção dos Correios, anteriormente. Fato aliás acontecido em outras Campanhas Salariais. Porém, para fragilizar o movimento grevista, a empresa recorreu ao TST, a fim de frustrá-lo. Lembrando que a outra federação, que optou por continuar negociando, também aderiu à greve no dia 26 de setembro por falta de diálogo da empresa, logo foi atingida pela mesma decisão.

Cabe relembrar que a empresa não apresentou oficialmente nenhuma proposta à FENTECT, apostando na divisão da categoria.  Porém, em assembleias, todos os estados do país deflagraram a greve. O que demonstra o grau de insatisfação dos trabalhadores, fruto do sucateamento e da precarização das relações de trabalho. Fatores que provocaram o natural desgaste e adesão ao movimento paredista.

A greve é um direito constitucional. Como pode um juiz, em plena data-base da categoria e já com o acordo coletivo expirado sem que a empresa apresente nada a respeito da pauta de reivindicações apresentada, venha coibir o direito de greve? Está se tentando neste momento simplesmente se proibir o direito de greve no país, via liminar de um juiz. Onde o Estado de Direito? Estranhamos que tal medida tenha sido tomada justamente no momento que todos os estados da federação aderiram à greve! Ou o direito de greve existe ou não. É assim que vai se dar “livre negociação” da nova legislação trabalhista? Se não é favorável ao patrão, o Judiciário intervêm? Onde o Judiciário imparcial?

O Comando de Negociação da FENTECT continuará à disposição, conforme publicado anteriormente, para buscar alternativas que não  tragam prejuízos aos trabalhadores, para solucionar o impasse com a ECT, sempre em defesa dos direitos e interesses da categoria que representa. Também não medirá esforços para encontrar alternativas viáveis para todos os envolvidos.

Sabe-se que uma greve é prejudicial a todos, inclusive os trabalhadores, mas não restou alternativa diante do descaso da direção dos Correios, que a todo o momento vai à imprensa para levar a sociedade ao erro, expondo os próprios trabalhadores como fossem culpados pelo déficit da estatal. Esta, situação, diga-se de passagem, é contestada amplamente por estudos realizados pelo DIEESE. A FENTECT reafirma que a luta pelos Correios como empresa pública, eficiente e de qualidade se manterá forte. É importante que a mobilização se amplie em defesa dos direitos, dos empregos e da dignidade dos trabalhadores.

A Federação reafirma: a greve continua, queremos negociação. No dia 3 de outubro realizaremos um grande ato em Brasília!






Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

Correios realiza novo mutirão de entrega neste fim de semana

Em todo o país, a rede de atendimento está aberta e todos os serviços

Greve dos Correios: Federação recorre de liminar de juiz do TST e greve continua

Assessoria jurídica contesta decisão do TST sobre abusividade da greve

TST considera greve nos Correios abusiva

Diante da decisão, os empregados que aderiram à paralisação devem retornar

Copa Assomasul volta a Itaquiraí no sábado para encerrar terceira fase da competição

A décima vaga será disputada por meio de repescagem entre as quartas colocadas de cada etapa dessa terceira fase.

Agricultura Digital será tema de painel na ESALQSHOW

Abordando temas como Instrumentação, Conectividade, Monitoramento e Mercado

Greve nos Correios inicia com paralisação em 25 municípios de MS

Num balanço parcial na manhã desta quarta, 20/09, o sindicato já contabilizava a adesão à greve em 25 municípios de Mato Grosso do Sul

"A Vida de Maria de Nazaré", espetáculo solo de Lurimar Vianna baseado na obra de Sholem Asch, está em cartaz no Teatro Ruth Escobar

A peça conversa com católicos, espíritas, evangélicos, judeus, cristãos e, inclusive, ateus

Trabalhadores dos Correios de MS aderem à paralisação nacional da categoria

E queremos sim reposição salarial. Por isso a opção da greve é o que nos resta

Responsabilidade fiscal é tema de palestra no TCE-MS

O conceito de contas de governo também é um dos temas de reflexão do livro

Oficinas gratuitas orientam empreendedores de Corumbá

No dia 02, segunda-feira, o ciclo de treinamento inicia com a oficina SEI Controlar Meu Dinheiro





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb