BelaVistaMS
Geral

20/09/2017 - 14h14

Geral

Trabalhadores dos Correios de MS aderem à paralisação nacional da categoria

Assessoria de Imprensa

E queremos sim reposição salarial. Por isso a opção da greve é o que nos resta

A assembleia geral dos trabalhadores dos Correios, ocorrida em Campo Grande nesta terça, 19/09, deliberou pela adesão à paralisação nacional da categoria, seguindo a orientação do Comando de Negociação da Federação (FENTECT). A greve teve início a partir das 22 horas desta terça.

De acordo com a presidente do SINTECT-MS, Elaine Regina Oliveira, esta greve ocorre tendo em vista o enorme atraso – provocado deliberadamente pela empresa – no início das negociações e devido ao conjunto das “propostas” apresentadas pela direção da ECT, que se resumem em retirada e redução de direitos e benefícios da categoria, que foram conquistas das Campanhas Salariais anteriores. A empresa não apresentou também proposta de reajuste salarial.

Para o sindicato, a intenção da ECT é “empurrar com a barriga” as negociações até o final do ano, embora o Acordo Coletivo tenha expirado no dia 31 de julho, esperando a vigência da “reforma trabalhista” para impor sua redução de direitos e benefícios. “Esse é o golpe por trás dessa manobra”, afirma Elaine. “Não podemos aceitar o que a direção da ECT está tentando impor. Não vamos aceitar redução em nossos benefícios e no Plano de Saúde. Não aceitamos a retirada do que já está garantido no Acordo Coletivo atual. E queremos sim reposição salarial. Por isso a opção da greve é o que nos resta. A greve é um direito constitucional e a nossa arma, o nosso instrumento de pressão para destravar as negociações. Sempre foi assim, não nos iludamos.”

O sindicato da categoria avalia que atual gestão dos Correios, no governo Temer, tem apenas dois objetivos: retirar direitos dos trabalhadores, reduzir seus benefícios, e preparar a privatização. “Operam como “lesa pátria”, transferindo estatais a preço de banana para as grandes corporações internacionais e nacionais.”

“Estamos em luta por nossos direitos e em defesa da ECT. Na luta conquistamos esses direitos e benefícios! E será com a luta que vamos mantê-los! Vamos à luta! A greve é nossa arma”, conclui a sindicalista.






Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

Correios realiza novo mutirão de entrega neste fim de semana

Em todo o país, a rede de atendimento está aberta e todos os serviços

Greve dos Correios: Federação recorre de liminar de juiz do TST e greve continua

Assessoria jurídica contesta decisão do TST sobre abusividade da greve

TST considera greve nos Correios abusiva

Diante da decisão, os empregados que aderiram à paralisação devem retornar

Copa Assomasul volta a Itaquiraí no sábado para encerrar terceira fase da competição

A décima vaga será disputada por meio de repescagem entre as quartas colocadas de cada etapa dessa terceira fase.

Agricultura Digital será tema de painel na ESALQSHOW

Abordando temas como Instrumentação, Conectividade, Monitoramento e Mercado

Greve nos Correios inicia com paralisação em 25 municípios de MS

Num balanço parcial na manhã desta quarta, 20/09, o sindicato já contabilizava a adesão à greve em 25 municípios de Mato Grosso do Sul

"A Vida de Maria de Nazaré", espetáculo solo de Lurimar Vianna baseado na obra de Sholem Asch, está em cartaz no Teatro Ruth Escobar

A peça conversa com católicos, espíritas, evangélicos, judeus, cristãos e, inclusive, ateus

Trabalhadores dos Correios de MS aderem à paralisação nacional da categoria

E queremos sim reposição salarial. Por isso a opção da greve é o que nos resta

Responsabilidade fiscal é tema de palestra no TCE-MS

O conceito de contas de governo também é um dos temas de reflexão do livro

Oficinas gratuitas orientam empreendedores de Corumbá

No dia 02, segunda-feira, o ciclo de treinamento inicia com a oficina SEI Controlar Meu Dinheiro





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb