BelaVistaMS
Política

11/08/2017 - 16h25

Política

Perícia criminal já é realidade para Costa Rica; vereador Averaldo Barbosa comemora

Ademilson Lopes

Na ocasião, José de Anchieta anunciou ao prefeito que o Núcleo de Perícias de Costa Rica

Inaugurado há três anos, finalmente o Núcleo Regional de Criminalística e Perícias de Costa Rica vai entrar em operação. O anúncio foi feito na semana passada pelo coordenador-geral adjunto de Perícias do Estado, José de Anchieta Souza Silva. O vereador Averaldo Barbosa da Costa (PMDB) comemorou a notícia e disse que se trata de mais um resultado positivo para a segurança pública do município, fruto das cobranças dos parlamentares costarriquenses e do prefeito Waldeli dos Santos Rosa (PR).

Averaldo falou sobre o assunto durante a 24ª sessão legislativa ordinária de 2017, realizada na noite de segunda-feira (07). Ao fazer uso da tribuna, o vereador peemedebista ressaltou que a Câmara de Vereadores, em conjunto com o Executivo, cobrou incessantemente o governo do Estado nos últimos anos, solicitando a nomeação de servidores para o órgão de perícias em Costa Rica. Isso porque o prédio da entidade foi inaugurado em 2014, mas ainda faltava a contratação dos peritos e do médico legista, para que Núcleo pudesse funcionar efetivamente.

“Quando ainda o delegado Jacini era o secretário de Justiça e Segurança (do Estado), fizemos essa reivindicação. Então, essa luta começou bem antes, ainda na época do Jacini. Foram muitas as nossas idas a Campo Grande”, pontuou o parlamentar, referindo-se ao trabalho de gestão dos vereadores costarriquenses e do prefeito Waldeli, junto às autoridades estaduais da segurança pública.

Conforme Averaldo, na semana passada a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) confirmou que serão nomeados três peritos criminas e um perito papiloscopista, até setembro, para o Núcleo Regional de Criminalística e Perícias de Costa Rica. Consequentemente, o órgão começará a funcionar, fornecendo provas técnicas acerca de locais, materiais, objetos, instrumentos e pessoas, para a instrução de processos criminais, ou seja, vai realizar o trabalho da chamada “polícia científica”, que auxilia o Judiciário.

Segundo explicou o vereador Averaldo, só falta agora a Sejusp contratar um médico legista para trabalhar no Núcleo de Perícias. “Nós vamos continuar cobrando a nomeação do médico legista, porque não é possível que quando um ente querido vem a óbito, falece às vezes de um acidente ou mesmo de um homicídio, tem que levar (o corpo) lá para Paranaíba (MS) ou Cassilândia (MS) e fica um dia, dois dias. Nós conseguimos uma parte, mas nós precisamos ter um médico legista aqui em Costa Rica. É uma demanda muito grande! Os vereadores não podem deixar de ir atrás, fazer uma, duas ou dez cobranças, e fazer as indicações”, defendeu o peemedebista

Em sua fala na sessão legislativa da última segunda-feira, Averaldo também lembrou que a Sejusp atendeu uma indicação dele e o pedido do prefeito Waldeli, ao destinar para o município, recentemente, mais uma viatura para uso do Núcleo Regional de Perícias de Costa Rica.

O ANÚNCIO DO FUNCIONAMENTO

Na manhã de quinta-feira (03/08), o prefeito Waldeli recebeu em seu gabinete José de Anchieta, o coordenador-geral de Perícias em Mato Grosso do Sul, Nelson Firmino, o coordenador de Divisão, Rogério Pereira de Oliveira, e o chefe do Núcleo de Criminalística da Unidade Regional de Costa Rica, Cassildo Lacerda de Amorim.

Na ocasião, José de Anchieta anunciou ao prefeito que o Núcleo de Perícias de Costa Rica vai entrar em funcionamento até setembro, para atender a cidade e os municípios de Alcinópolis-MS, Camapuã-MS, Chapadão do Sul-MS, Figueirão-MS e Paraíso das Águas-MS.

Mais um funcionário para a Agraer

Na sessão plenária de segunda-feira, o vereador Averaldo Barbosta também apresentou um indicação endereçada ao diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (AGRAER), Enelvo Felini. Na indicação, o parlamentar costarriquense cobra a contratação de mais um funcionário para atender os produtores rurais na agência da AGRAER em Costa Rica.

“Atualmente, a agência da Agraer em Costa Rica conta apenas com um funcionário para o atendimento diário dos produtores rurais, principalmente os pequenos produtores. Mesmo com a boa vontade do servidor, ele não consegue atender a demanda do município e alguns projetos demoram ou ficam inviáveis para serem executados, por falta de funcionário para atendimento na agência”, é o que justifica Averaldo em um trecho da indicação.






Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

TCE abre inscrições para curso direcionado aos profissionais do SUS

Direcionado aos profissionais atuantes da rede do Sistema Único de Saúde, prioritariamente aos vinculados ao Conselho Estadual e Municipal de Saúde, o objetivo do curso é capacitar conselheiros da saúde

Projeto E-EXTRATOR do TCE-MS é destaque em Congresso Nacional de Tribunais de Contas

Para o presidente do TCE-MS, conselheiro Waldir Neves, a participação nesse Congresso é muito importante para a troca de informações e conhecimento.

Governo cede a pressão, mas reduz pela metade socorro financeiro aos municípios

O montante de R$ 2 bi, no entanto, é inferior ao calculado pela CNM, que previa, por exemplo, repasse de R$ 58,720 milhões para MS.

Prefeitos definem estratégia de atuação durante mobilização em Brasília

A ideia é pressionar o governo central a liberar verbas adicionais às prefeituras brasileiras

Assomasul pode apoio à bancada federal para aprovação da pauta municipalista

Incluindo a fraca distribuição das transferências constitucionais, como o FPM, os prefeitos se queixam que a União não está honrando seus compromissos com os programas sociais

Paulo Corrêa entrega relatório da CPI da JBS ao presidente Junior Mochi

A suspensão também foi um pedido da CPI após a conclusão dos trabalhos e ficará mantida até que a Sefaz conclua a auditoria interna

Executivo e Legislativo discutem processos de melhoria

E para concretizar esse estreitamento de relação entre a Procuradoria Geral do Estado (PGE), Consultoria Legislativa (Conleg/Segov) e Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final (CCJR)

Solidariedade Mulher reúne militantes em Campo Grande

Martins disse esperar que o SD seja realmente um partido diferente também em relação a luta feminina

Por verbas adicionais, prefeitos vão a Brasília em nova mobilização nacional

Pelos cálculos da CNM, as 79 prefeituras de Mato Grosso do Sul terão direito a R$ 58,720 milhões





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb