BelaVistaMS
Política

13/07/2017 - 15h04

Política

Nova reunião sobre acessos da rodovia à cidade acontecerá em Dourados, na próxima semana, com participação da ANTT

Assessoria de Imprensa

A decisão sobre o evento em Dourados saiu de uma audiência onde estiveram presentes o ministro dos Transportes, Maurício Quintella

ÁudioÁudio

Ouvir áudio

Anexos

A população de Dourados (MS) vai ter oportunidade, na próxima terça-feira, 18, de acompanhar importante reunião entre autoridades do município, parlamentares e técnicos da Agência Nacional de Transportes Terrestres-ANTT.

O encontro tem a ver com o problema criado pela CCR MSVia, concessionária da BR-163, que atravessa a área urbana de Dourados, pelo fechamento de entradas e saídas da cidade, a partir da rodovia, sem maiores debates com a população.

A decisão sobre o evento em Dourados saiu de uma audiência onde estiveram presentes o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, o presidente da ANTT, Jorge Bastos, a prefeita Délia Razuk (PR), e os senadores Moka (PMDB), Simone Tebet (PMDB) e Pedro Chaves (PSC).

Também presentes à audiência, os deputados federais Geraldo Rezende (PSDB) e Tereza Cristina (PSB), o secretário de Planejamento Urbano de Dourados, José Elias Moreira, e, ainda, os vereadores Junior Rodrigues, Bebeto e Olavo Sul.

Em sua explanação, a prefeita Délia Razuk revelou ao ministro Quintella a tensão social causada pelo fechamento das vias de acesso à cidade, pela concessionária, prejudicando o fluxo normal de transportes e a vida econômica do município “O problema maior – explicou a prefeita – é a falta de resultado nos diálogos que mantemos com a empresa, que não para de promover as obras de fechamento dos acessos, provocando, no sentido contrário, mobilizações do povo douradense”.

Segundo o secretário José Elias, “a população, insatisfeita e revoltada, já chegou, inclusive, a fechar a rodovia, só desistindo da ação em virtude de nossa vinda a Brasília, agora, para tentar uma solução para a pendência”.

A prefeitura de Dourados reivindica a paralisação de todas as obras de fechamento dos referidos acessos, e a reabertura de alguns já realizados, com um paralelo acordo que preveja cronograma para execução dessas obras, de forma a não causar maiores transtornos à cidade.

O senador Moka, coordenador da bancada federal sul-mato-grossense, alertou o ministro sobre o alcance dos transtornos, que, conforme explicou, “atinge diretamente cerca de 40.000 pessoas, afetando negativamente o comércio local”.

Ao deixar a reunião, a prefeita Délia Razuk disse sentir “o coração mais leve” após a conversa com o ministro: “senti que há interesse da ANTT em resolver a questão, principalmente pela força da intervenção de nossa bancada federal aqui em Brasília”.

O ministro Quintella considera haver possibilidade atendimento do pleito, mesmo diante das regras da concessão, e confirmou a ida a Dourados de um representante do Ministério, junto com o Superintendente de Exploração de Infraestrutura Rodoviária da ANTT, Luciano Esteve.

Durante a conversa, Mauríco Quintella pediu a ajuda dos senadores e deputados presentes na aprovação de Medida Provisória, em elaboração, que visa atualizar as regras de concessão de rodovias, no país.


Galeria Galeria de Imagens






Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

Confaz-MS deseja ano menos turbulento para os municípios de MS

A Assomasul ressalta ainda que essa atitude surpreendeu todos os prefeitos de MS e do Brasil

Rose Modesto assume governo na segunda-feira e visita municípios em estado de emergência

Ao todo, mais de 1.800 pessoas foram afetadas em 13 cidades do Estado.

TCE abre inscrições para curso direcionado aos profissionais do SUS

Direcionado aos profissionais atuantes da rede do Sistema Único de Saúde, prioritariamente aos vinculados ao Conselho Estadual e Municipal de Saúde, o objetivo do curso é capacitar conselheiros da saúde

Projeto E-EXTRATOR do TCE-MS é destaque em Congresso Nacional de Tribunais de Contas

Para o presidente do TCE-MS, conselheiro Waldir Neves, a participação nesse Congresso é muito importante para a troca de informações e conhecimento.

Governo cede a pressão, mas reduz pela metade socorro financeiro aos municípios

O montante de R$ 2 bi, no entanto, é inferior ao calculado pela CNM, que previa, por exemplo, repasse de R$ 58,720 milhões para MS.

Prefeitos definem estratégia de atuação durante mobilização em Brasília

A ideia é pressionar o governo central a liberar verbas adicionais às prefeituras brasileiras

Assomasul pode apoio à bancada federal para aprovação da pauta municipalista

Incluindo a fraca distribuição das transferências constitucionais, como o FPM, os prefeitos se queixam que a União não está honrando seus compromissos com os programas sociais

Paulo Corrêa entrega relatório da CPI da JBS ao presidente Junior Mochi

A suspensão também foi um pedido da CPI após a conclusão dos trabalhos e ficará mantida até que a Sefaz conclua a auditoria interna

Executivo e Legislativo discutem processos de melhoria

E para concretizar esse estreitamento de relação entre a Procuradoria Geral do Estado (PGE), Consultoria Legislativa (Conleg/Segov) e Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final (CCJR)

Solidariedade Mulher reúne militantes em Campo Grande

Martins disse esperar que o SD seja realmente um partido diferente também em relação a luta feminina





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb