Mensagem
BelaVistaMS
Política

13/07/2017 - 15h04

Política

Nova reunião sobre acessos da rodovia à cidade acontecerá em Dourados, na próxima semana, com participação da ANTT

Assessoria de Imprensa

A decisão sobre o evento em Dourados saiu de uma audiência onde estiveram presentes o ministro dos Transportes, Maurício Quintella

ÁudioÁudio

Ouvir áudio

Anexos

A população de Dourados (MS) vai ter oportunidade, na próxima terça-feira, 18, de acompanhar importante reunião entre autoridades do município, parlamentares e técnicos da Agência Nacional de Transportes Terrestres-ANTT.

O encontro tem a ver com o problema criado pela CCR MSVia, concessionária da BR-163, que atravessa a área urbana de Dourados, pelo fechamento de entradas e saídas da cidade, a partir da rodovia, sem maiores debates com a população.

A decisão sobre o evento em Dourados saiu de uma audiência onde estiveram presentes o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, o presidente da ANTT, Jorge Bastos, a prefeita Délia Razuk (PR), e os senadores Moka (PMDB), Simone Tebet (PMDB) e Pedro Chaves (PSC).

Também presentes à audiência, os deputados federais Geraldo Rezende (PSDB) e Tereza Cristina (PSB), o secretário de Planejamento Urbano de Dourados, José Elias Moreira, e, ainda, os vereadores Junior Rodrigues, Bebeto e Olavo Sul.

Em sua explanação, a prefeita Délia Razuk revelou ao ministro Quintella a tensão social causada pelo fechamento das vias de acesso à cidade, pela concessionária, prejudicando o fluxo normal de transportes e a vida econômica do município “O problema maior – explicou a prefeita – é a falta de resultado nos diálogos que mantemos com a empresa, que não para de promover as obras de fechamento dos acessos, provocando, no sentido contrário, mobilizações do povo douradense”.

Segundo o secretário José Elias, “a população, insatisfeita e revoltada, já chegou, inclusive, a fechar a rodovia, só desistindo da ação em virtude de nossa vinda a Brasília, agora, para tentar uma solução para a pendência”.

A prefeitura de Dourados reivindica a paralisação de todas as obras de fechamento dos referidos acessos, e a reabertura de alguns já realizados, com um paralelo acordo que preveja cronograma para execução dessas obras, de forma a não causar maiores transtornos à cidade.

O senador Moka, coordenador da bancada federal sul-mato-grossense, alertou o ministro sobre o alcance dos transtornos, que, conforme explicou, “atinge diretamente cerca de 40.000 pessoas, afetando negativamente o comércio local”.

Ao deixar a reunião, a prefeita Délia Razuk disse sentir “o coração mais leve” após a conversa com o ministro: “senti que há interesse da ANTT em resolver a questão, principalmente pela força da intervenção de nossa bancada federal aqui em Brasília”.

O ministro Quintella considera haver possibilidade atendimento do pleito, mesmo diante das regras da concessão, e confirmou a ida a Dourados de um representante do Ministério, junto com o Superintendente de Exploração de Infraestrutura Rodoviária da ANTT, Luciano Esteve.

Durante a conversa, Mauríco Quintella pediu a ajuda dos senadores e deputados presentes na aprovação de Medida Provisória, em elaboração, que visa atualizar as regras de concessão de rodovias, no país.


Galeria Galeria de Imagens






Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

Balcão de negócios: maioria da CCJ rejeita denúncia conta Temer

Dagoberto acredita na aprovação em Plenário

Reinaldo Azambuja acompanha em Nioaque encenação da Retirada da Laguna

Teatro a céu aberto encenado pelo Comando Militar do Oeste nesta manhã pelas ruas de Nioaque recontou história emblemática da guerra do Paraguai.

Nova reunião sobre acessos da rodovia à cidade acontecerá em Dourados, na próxima semana, com participação da ANTT

A decisão sobre o evento em Dourados saiu de uma audiência onde estiveram presentes o ministro dos Transportes, Maurício Quintella

Se comprovado o descumprimento dos TAREs, JBS poderá ter que devolver dinheiro ao Estado

A afirmação foi feita pelo presidente da Comissão, deputado Paulo Corrêa, durante a quarta reunião da CPI

Índice de ICMS encolhe em 27 municípios, enquanto 52 terão receita maior em 2018

Por ordem de classificação, os municípios da região sudoeste que terão mais dinheiro para investir a partir do ano que vem são: Antonio João, Guia Lopes da Laguna, Nioaque, Porto Murtinho, Bela Vista, Caracol, Bonito e Jardim

Acampamento dos Policiais Civis completa 30 dias em frente à governadoria.

Ontem (10)os policiais civis rejeitaram as proposta do governo e continuam acampados

Receitas do ISS podem render mais de R$ 65 milhões para os municípios de MS

Ocorre que em dezembro de 2016, Temer sancionou a lei, porém, vetou trechos do projeto que prevê a redistribuição

CPI solicita procurações dos representantes da JBS e concede mais 30 dias de prazo

O ofício foi entregue no último dia 03 de julho, pela advogada Fernanda Regina de Oliveira





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb