BelaVistaMS
Política

12/06/2017 - 14h16

Política

Paulo Corrêa sugere transformar Comissão Especial em CPI

Assessoria de Imprensa

O parlamentar justificou a mudança dizendo que Comissão Especial não tem as mesmas prerrogativas de uma CPI

O deputado Paulo Corrêa, presidente da Comissão Especial criada para analisar os quatro pedidos de impeachment do Governador Reinaldo Azambuja, apresentou hoje (07/06) durante a primeira reunião da Comissão, um requerimento sugerindo converter a mesma em uma Comissão Parlamentar de Inquérito.

O parlamentar justificou a mudança dizendo que Comissão Especial não tem as mesmas prerrogativas de uma CPI, o que poderia atrapalhar as investigações.

“A Comissão Especial não tem a mesma força de investigação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito. Houve por bem colocar isso em votação para que possamos fazer o requerimento de uma CPI e assim, teremos mais força de investigação, inclusive para solicitar coercitivamente ou não a vinda de pessoas para depor. Não conhecemos todas essas empresas, pessoas físicas e pessoas jurídicas que foram citadas e por isso precisamos ter força para poder fazer uma investigação correta”, explicou. 

A sugestão foi aprovada por unanimidade pelos outros membros presentes na reunião e agora outro requerimento será elaborado para aprovação no plenário da Casa de Leis.

Paulo Corrêa destacou que o texto vai expor o fato determinado, nome da CPI e lapso temporal. E defendeu que a Comissão investigue as denúncias de fatos ocorridos desde o ano de 2010 e que foram citados na delação da JBS.

“Não podemos errar o lapso temporal. Como a delação do JBS suscitou a criação desta comissão, o lapso temporal que esta escrito na denúncia é do ano de 2010 pra cá. Vamos avaliar em conjunto, democraticamente, colocar em votação, e decidir como tem que ser feito. Queremos checar tudo. As denúncias são muito fortes e nós não queremos errar. Vamos atrás de constituir provas”, finalizou.

A cópia da delação da JBS já está em posse da comissão. Na próxima quarta-feira, em reunião no Plenarinho Nelito Câmara os membros devem aprovar o texto do requerimento de criação da CPI, que posteriormente será apreciado em plenário.





Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

TSE recua e decide reduzir de 26 para 11 número de extinções de zonas eleitorais

Com o recuo do TSE, as zonas eleitorais extintas serão Porto Murtinho, Pedro Gomes, Rio Negro, Deodápolis, Inocência, Nioaque

Na primeira reunião CPI aprova requerimento que solicita TAREs e notas fiscais à Sefaz

À JBS a CPI solicitou cópias dos termos de concessão de benefícios fiscais firmados com o governo do Estado

MS mantém saldo positivo de 4 mil empregos gerados de janeiro a maio de 2017

O saldo positivo no acumulado do ano no Estado, no entanto, volta a sofrer o impacto da crise econômica do país

Costa Rica: vereadores se reúnem com o prefeito Waldeli e discutem recepção do governador de MS

O prefeito Waldeli foi quem solicitou ao presidente da Câmara, Lucas Lázaro Gerolomo, a realização de uma reunião com todos os 11 vereadores.

Governo assume compromisso de redução do ICMS do boi em pé de 12% para 7% durante 90 dias

Para tomar a decisão de diminuir momentaneamente a alíquota do ICMS das exportações de gado em pé

Contratos de aquisição de terras são entregues a 58 famílias no MS

A fazenda foi adquirida por 29 famílias de agricultores familiares da Associação Novo Modelo I

Mesa diretora da Câmara foca na capacitação de servidores

Através de curso para habilitação no sistema E-Protocolo

Caravina considera discrepante critério de extinção de zonas eleitorais em MS

O presidente da Assomasul alega que haverá acúmulo de demandas nas zonas

Vereadores convidam secretário de Administração e Finanças para avaliação dos trabalhos da prefeitura no município

A primeira dúvida foi em relação ao transporte escolar no que diz respeito ao cálculo





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb