BelaVistaMS
Geral

12/06/2017 - 14h05

Geral

Gás de cozinha deve passar dos R$ 105,00 de acordo com dados da ANP

Assessoria de Imprensa

O aumento anunciado pela Petrobrás representa 6,7% no produtor, ou seja, na Petrobras, o que representa um valor médio Brasil de R$ 0,98

Nossas revendas já estão nos comunicando um repasse pelas Companhias Distribuidoras que irão aplicar o porcentual de 6,7% no preço de compra da revenda, estarão assim elevando o preço do gás na ordem dos R$ 3,00, isso sendo generoso, considerando um valor médio no preço de compra das revendas próximo aos R$ 40. Desta forma este aumento deve chegar entre 3 a 5 Reais ao setor revenda, que normalmente repassa um valor igual ou menor.

A tabela mostra os valores (%) que compõem o GLP, da para observar que as Companhias Distribuidoras atuam com a margem de varejo, e as revendas atuam no seu limite, quase que sem margem de lucro, uma vez que seu custo operacional gira próximo dos 15 Reais nas entregas do gás que normalmente são feitas um a um, enquanto as Companhias Distribuidoras colocam em sua planilha, o custo de entrega caso a revenda não busque na Companhia o seu gás.

A tabela da ANP destaca a formação do preço, desde a sua saída na Petrobras até chegar no consumidor final,  de como é formado o preço final, que é a soma do preço produtor pis/cofins icms % margem cias % das revendas.

Estes dados dentro de uma política de preço livre são eficazes até o preço do produtor mais impostos, pois quando se avalia a margem de lucro das Companhias Distribuidoras, chegamos a um preço final de venda ao setor revenda próximo dos R$ 70,00.

Esta é a realidade do setor revenda, preços livres, sem limites, um mercado com indícios de alto índice de concentração, que tende a se agravar com a venda de uma das maiores Companhia Distribuidora a sua maior concorrente, ao consumidor, cabe como mostramos em audiência pública realizada dia 24/05/2017, na Comissão de Minas e Energia do Congresso Nacional a pedido do Exmo Deputado Domingos Sávio, buscar como alternativa a lenha e a serragem.

Já a Petrobrás, apesar de ser uma empresa “Estatal”, ignora os estudos e as propostas para a realização de uma nova política de preço do GLP sem impactar ao consumidor que está sendo tramitado pelo Ministério das Minas e Energia, e saí atropelando o setor, ignorando seu papel que por anos explorou com exclusividade, o gás agora segue preços internacionais e terá reajuste mensal.

Dona da verdade absoluta, e sob pretextos de uma gerencia que sequer soube conter rombos milionários em seu caixa, a Petrobras provoca medidas que podem contribuir com a fome do povo brasileiro. Nossos veículos até podemos encostar numa garagem, mas um fogão, responsável pela nossa alimentação, pelo mingau de nossas crianças, esse, só podemos aceitar como sempre o setor revenda se empenhou, ligados em nossas cozinhas.





Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

Greve nos Correios inicia com paralisação em 25 municípios de MS

Num balanço parcial na manhã desta quarta, 20/09, o sindicato já contabilizava a adesão à greve em 25 municípios de Mato Grosso do Sul

"A Vida de Maria de Nazaré", espetáculo solo de Lurimar Vianna baseado na obra de Sholem Asch, está em cartaz no Teatro Ruth Escobar

A peça conversa com católicos, espíritas, evangélicos, judeus, cristãos e, inclusive, ateus

Trabalhadores dos Correios de MS aderem à paralisação nacional da categoria

E queremos sim reposição salarial. Por isso a opção da greve é o que nos resta

Responsabilidade fiscal é tema de palestra no TCE-MS

O conceito de contas de governo também é um dos temas de reflexão do livro

Oficinas gratuitas orientam empreendedores de Corumbá

No dia 02, segunda-feira, o ciclo de treinamento inicia com a oficina SEI Controlar Meu Dinheiro

Mulheres Kaiowá e Guarani promoverão grande assembleia em Coronel Sapucaia

O Kuñangue Aty Guasu é uma oportunidade para levantarem suas vozes e denunciarem os problemas enfrentados nas aldeias, acampamentos e áreas de retomada em Mato Grosso do Sul

"Filhos e amigos de Amambai" preparam segundo encontro

De acordo com Miguel Zaim, advogado radicado em Cuiabá, o encontro serve para reafirmar a ligação afetiva com o lugar onde nasceu

Em rodada de muitos gols, mais três times se qualificam na Copa Assomasul

O evento esportivo está sendo patrocinado este ano pelo governo do Estado, por meio da Fundesporte

IFMS apresenta ações que visam à permanência e ao êxito dos estudantes

Ao ingressar no IFMS, o aluno do curso técnico integrado ao ensino médio participa de um programa de nivelamento

Juventude espírita participará da XIV CONJURE neste final de semana

As oficinas oferecidas são de música, fotografia, culinária, dança, criação literária, artes plásticas e artesanato.





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb