BelaVistaMS
Política

12/06/2017 - 14h21

Política

Conselho do FCO já aprovou R$ 1,25 bilhão em propostas de novos investimentos para MS

Assessoria de Comunicação

A informação foi repassada na manhã de quarta-feira (7) na reunião ordinária do CEIF-FCO

Campo Grande (MS) – O Conselho de Investimentos Financiáveis pelo Fundo Constitucional de Investimentos do Centro-Oeste (CEIF-FCO) aprovou, de janeiro a 30 de maio deste ano R$ 1.251.412.000 em propostas de novos empreendimentos para Mato Grosso do Sul. O valor corresponde a 54% dos R$ 2,3 bilhões do Fundo disponíveis para serem aplicados ao longo deste ano no Estado, analisados e aprovados antes de se encerrar o primeiro semestre de 2017.

A informação foi repassada na manhã de quarta-feira (7) na reunião ordinária do CEIF-FCO. “Sob o ponto e vista de volume é um dado extremamente positivo para o Estado, mas ainda temos um problema no que diz respeito ao volume de contratação. Temos até o momento R$ 474.720.451,00 contratados junto ao Banco do Brasil, o que corresponde a 20% do total de recursos disponíveis. Temos outros R$ 776.691.209,00 já internalizados no banco, ainda no curso das diversas etapas para ser efetivamente contratado pelos investidores. O banco está empenhado nessas efetivações”, afirmou o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, que preside o Conselho.

Dos R$ 474 milhões contratados, R$ 209 milhões são do setor Rural e R$ 265 milhões do Empresarial. Entre os R$ 776 milhões internalizados no banco, R$ 350 milhões são de propostas empresariais e R$ 425 milhões de rurais. “O desempenho do FCO Rural está aquém ao de outros anos, principalmente no volume contratado. Temos um montante maior nas propostas do setor que ainda não foram concretizadas. Isso ocorre pelo fato de muitos produtores estarem aguardando a revisão de juros do Rural, que deve ocorrer nos próximos 30 dias, para fecharem seus contratos com uma taxa mais competitiva. Essa espera por uma redução das taxas é compreensível. O próprio governo do Estado está atuando junto ao Condel e ao Ministério da Fazenda para que seja feita uma nova revisão dos juros do FCO”, lembrou o secretário Jaime Verruck.

Outro dado apresentado no Conselho foi a distribuição dos recursos do FCO de acordo com o porte das empresas. “50% do FCO tem de ser aplicado na mini e pequena empresa. De acordo com o balanço apresentado pelo banco, no setor Rural, 48,57% das propostas aprovadas são de mini e pequenos empreendimentos. No Empresarial, esse percentual é de 22,7%. Isso nos mostra que temos de fazer um esforço interno e junto ao banco para que a gente consiga ampliar essa participação”, comentou o titular da Semagro. (Confira a tabela)

Os projetos analisados na reunião de hoje do CEIF-FCO ainda foram aprovados na normativa antiga. “A partir de agora o CEIF segue a nova deliberação do Condel. As contratações de até R$ 1 milhão têm entrada diretamente no banco e seguem para o CEIF somente para homologação. A partir da próxima reunião isso já começa a acontecer. É um elemento importante que visa reduzir o tempo de contratação das operações, o banco passa a ser responsabilizado pelo conjunto de atividades que até então era do CEIF”, finalizou o secretário.

Galeria Galeria de Imagens






Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

Juiz Odilon de Oliveira deve ministrar palestra em Costa Rica, após receber convite do presidente da Câmara

A Semana Municipal de Combate às Drogas é um evento promovido pelo Conselho Municipal

CPI solicita versão do Governador sobre denúncias da JBS e conclui relatório em 30 dias

Citado na delação dos donos da JBS, o deputado Zé Teixeira negou aos membros da CPI ter recebido propina

Serviço social não pode ser excluído do INSS

Milhões de brasileiros são atendidos por esses profissionais que entendem a realidade do nosso país

Vereador Francisco tem planos para revitalizar o PSB

Além da firme disposição de trabalhar pela eleição do nome a ser oficializado como candidato a governador

CPIs que investigam JBS em MS e no Congresso vão assinar termo de cooperação

A reunião aconteceu na sala de reuniões da Presidência, na Assembleia Legislativa.

Nova denúncia contra Temer e áreas de livre comércio na fronteira são os destaques

Organização criminosa e obstrução da Justiça são crimes graves e suficientes para afastar Temer da Presidência

Vereador Francisco se diz confiante no futuro do país

Filiado há 10 anos, o líder da bancada do PSB na Câmara Municipal se considera um soldado

Sefaz aponta que 41 municípios terão índice menor do ICMS em 2018

Resolução da Secretaria de Fazenda sobre índice definitivo do imposto foi publicada no DOE nesta segunda-feira (18). Bela Vista, Antonio João, Guia Lopes e Porto Murtinho terão aumento no ICMS.

TCE-MS capacita gestores públicos sobre recursos humanos

O objetivo é capacitar agentes públicos sobre as regras constitucionais que regem a gestão de recursos humanos na Administração Municipal

Assomasul destaca importância de encontro da Undime em Campo Grande

De acordo com a direção da Undime, o objetivo é proporcionar ao dirigente municipal de educação





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb