BelaVistaMS
Política

05/06/2017 - 15h03

Política

TCE-MS apresenta boas práticas de gestão de riscos para Tribunais da região Sul

Tania Barata Sother

Trata-se da gestão de riscos que é, sem dúvida, uma excelente matriz para essa finalidade

O encontro promovido pela Escola Superior de Gestão e Controle Francisco Juruena, do TCE do Rio Grande do Sul, reuniu presidentes, conselheiros e servidores dos Tribunais dos Estados do Sul e de Mato Grosso do Sul. Durante dois dias os participantes trocaram experiências e compartilharam conhecimento através de relatos de boas práticas adotadas pelos Tribunais.

O presidente do TCE-MS, conselheiro Waldir Neves, e o diretor de gestão e modernização, Douglas Avedikian, acompanhados do auditor, conselheiro substituto Célio Lima de Oliveira e do secretário geral do Ministério Público de Contas, José Lauro Sanches, apresentaram as ações de modernização implantadas na atual gestão compartilhada do TCE-MS com o objetivo de avançar na efetividade. “Nosso Tribunal tomou a iniciativa de buscar ferramentas modernas e inovadoras, capazes de oferecer aos gestores públicos transparência e segurança, e ainda a possibilidade deles tomarem decisões mais acertadas durante suas administrações evitando com isso desperdício e desvio do dinheiro público.

Trata-se da gestão de riscos que é, sem dúvida, uma excelente matriz para essa finalidade,” esclareceu o presidente.

O diretor de gestão e modernização, Douglas Avedikian, apresentou o painel “Gestão de riscos e a extração de dados do TCE-MS”. A ferramenta, que já foi apresentada até em uma Conferência Ibero Americana,  está sendo utilizada no gerenciamento de risco e, segundo ele, é uma metodologia nova, desenvolvida para que as Cortes de Contas utilizem todo o conceito de risco em termos de probabilidade no controle externo. “Dessa forma temos plenas condições para avançar no sentido de tornar o TCE-MS uma organização que utiliza as mais modernas ferramentas e metodologia de gestão e de TI. O Gerenciamento de Riscos e o E-EXTRATOR já são hoje uma realidade no TCE-MS e cada vez mais iremos aperfeiçoar essas ferramentas e metodologias otimizando o seu uso no controle externo”, destacou o diretor.

O sucesso do encontro fez com que o presidente da Corte de Contas do Mato Grosso do Sul, conselheiro Waldir Neves, sugerisse que ele passe a acontecer regularmente e seja adotado o nome o TCE Sul. “Gostaria de sugerir que o 2° TCE Sul seja realizado em agosto em MS, o 3° no Paraná em outubro e o 4° em dezembro em Santa Catarina”. Waldir Neves propôs ainda que os Tribunais participantes assinem um termo de cooperação para a troca de experiências de sucesso. “Esse compartilhamento das experiências que deram certo é fundamental. Nosso trabalho é preventivo e pedagógico. Estamos desenvolvendo tecnologia própria para poder compartilhar com demais Tribunais e queremos também conhecer as experiências positivas dos demais Estados.”






Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

Confaz-MS deseja ano menos turbulento para os municípios de MS

A Assomasul ressalta ainda que essa atitude surpreendeu todos os prefeitos de MS e do Brasil

Rose Modesto assume governo na segunda-feira e visita municípios em estado de emergência

Ao todo, mais de 1.800 pessoas foram afetadas em 13 cidades do Estado.

TCE abre inscrições para curso direcionado aos profissionais do SUS

Direcionado aos profissionais atuantes da rede do Sistema Único de Saúde, prioritariamente aos vinculados ao Conselho Estadual e Municipal de Saúde, o objetivo do curso é capacitar conselheiros da saúde

Projeto E-EXTRATOR do TCE-MS é destaque em Congresso Nacional de Tribunais de Contas

Para o presidente do TCE-MS, conselheiro Waldir Neves, a participação nesse Congresso é muito importante para a troca de informações e conhecimento.

Governo cede a pressão, mas reduz pela metade socorro financeiro aos municípios

O montante de R$ 2 bi, no entanto, é inferior ao calculado pela CNM, que previa, por exemplo, repasse de R$ 58,720 milhões para MS.

Prefeitos definem estratégia de atuação durante mobilização em Brasília

A ideia é pressionar o governo central a liberar verbas adicionais às prefeituras brasileiras

Assomasul pode apoio à bancada federal para aprovação da pauta municipalista

Incluindo a fraca distribuição das transferências constitucionais, como o FPM, os prefeitos se queixam que a União não está honrando seus compromissos com os programas sociais

Paulo Corrêa entrega relatório da CPI da JBS ao presidente Junior Mochi

A suspensão também foi um pedido da CPI após a conclusão dos trabalhos e ficará mantida até que a Sefaz conclua a auditoria interna

Executivo e Legislativo discutem processos de melhoria

E para concretizar esse estreitamento de relação entre a Procuradoria Geral do Estado (PGE), Consultoria Legislativa (Conleg/Segov) e Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final (CCJR)

Solidariedade Mulher reúne militantes em Campo Grande

Martins disse esperar que o SD seja realmente um partido diferente também em relação a luta feminina





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb