BelaVistaMS
Política

20/04/2017 - 15h37

Política

Prefeitos defendem reajuste dos valores dos programas federais

Willams Araújo CAMPO GRANDE

Caravina atesta que é imprescindível o reajuste das verbas destinadas aos programas subfinanciados pela União

Entre os pontos da pauta municipalista que serão defendidos durante a XX Marcha à Brasília em Defesa dos Municípios, organizado pela CNM (Confederação Nacional de Municípios), os prefeitos vão mobilizar a representatividade de seus estados no Congresso Nacional visando o reajuste dos valores para bancar os programais federais.

Particularmente, o presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) e prefeito de Bataguassu, Pedro Caravina, destaca que o reajuste dos valores é fundamental para manter os programas sociais em funcionamento.

Caravina atesta que é imprescindível o reajuste das verbas destinadas aos programas subfinanciados pela União, uma vez que, segundo ele, o governo só repassa às prefeituras de 30% a 40% dos valores necessários para mantê-los em funcionamento.

O dirigente observa que essa reivindicação é antiga, até porque os municípios são obrigados a cobrirem as despesas, vindo a viabilizar outros investimentos prioritários já inseridos no orçamento das prefeituras.

Estudos da CNM revelam que alguns programas e ações de saúde estabelecidos pelo governo federal têm repasses estipulados pelo contingente populacional do município, como a Atenção Farmacêutica Básica e o PAB Fixo, sendo atualizados conforme o censo demográfico do IBGE, ou seja, a cada 10 anos.

Ocorre que desde 2011 o quantitativo populacional não sofreu atualização por parte do Ministério da Saúde, situação que faz que municípios com aumento populacional percam recursos.

“Esse é apenas um dos pontos importantes desse grande debate nacional, por isso é fundamental que os prefeitos, secretários municipais e vereadores participem da Marcha à Brasília. Vamos nos unir, procurar nossos senadores e nossos deputados, pedi-los apoio na votação de matérias de interesse de nossos municípios”, conclamou o presidente da Assomasul, referindo-se ao evento que ocorrerá de 15 a 18 de maio.

Pauta

Constam ainda da pauta municipalista, além da atualização monetária dos valores de programas federais, a derrubada do veto ao projeto do ISS (Imposto sobre Serviços), a reforma da previdência, o parcelamento de débitos previdenciários, o piso nacional do magistério, a prorrogação do prazo para o fim dos lixões (resíduos sólidos) nos municípios, entre outros temas.






Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

TCE-MS auxilia gestores na elaboração do PPA

O vice-presidente também destacou a atuação pedagógica da atual gestão compartilhada adotada pelo presidente Waldir Neves

Governador participa de comemorações militares e homenagens a autoridades

No primeiro evento, Reinaldo destacou a importância do Exército Brasileiro, 'que sempre foi um parceiro de Mato Grosso do Sul'

Caravina reafirma necessidade de parcerias públicas em favor do desenvolvimento dos municípios de MS

O presidente da Assomasul também agradeceu o apoio da Assembleia Legislativa que, entre outras propostas de interesse dos municípios, aprovou no dia 9 de março

Prefeitos defendem reajuste dos valores dos programas federais

Caravina atesta que é imprescindível o reajuste das verbas destinadas aos programas subfinanciados pela União

Auditoria do TCE-MS encontra irregularidades na merenda escolar de Sidrolândia

A qualidade da alimentação Escolar depende de vários fatores: garantia higiênico-sanitária dos alimentos, adequações nutricionais, sabor, aspecto e respeito ao hábito alimentar saudável.

Habitação: Vereadores prestigiam assinatura de títulos das 45 casas que serão entregues na Vila Bandeira em Bodoquena

A entrega das unidades residenciais está prevista para o mês de agosto deste ano, porém, os futuros moradores poderão ter uma prévia de suas residências no próximo dia 21 de abril

Hospital psiquiátrico de Paranaíba recebe Emenda do deputado Paulo Corrêa

Ao agradecer o deputado Paulo Corrêa e o vereador Adriano Caçula, Wagner explicou que o valor pago ao Hospital pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é insuficiente para suprir as necessidades, o que acaba sendo complementado pelas emendas

Moka diz que recursos externos vão mudar a cara de Corumbá

Moka diz que o seu objetivo é colaborar com a administração de Corumbá, independentemente de que estiver no cargo

Câmara Municipal de Bodoquena

Trabalho realizado pelos vereadores de Bodoquena





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb