BelaVistaMS
Polícia

14/10/2013 - 08h13

Polícia

Comissão de Finanças aprova Projeto 238/13, que muda indexador da dívida de Mato Grosso do Sul

Clodoaldo Silva

O deputado federal Akira Otsubo (PMDB/MS) votou no dia 09/10, na Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados pela aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLP) 238/13, que altera o indexador da dívida de R$ 7,3 bilhões do Governo de Estado de Mato grosso do Sul com a União. O texto deve ser apreciado ainda hoje em plenário, conforme anunciou o relator da matéria e líder do PMDB, deputado Eduardo Cunha.
De acordo com  o texto aprovado, a partir de janeiro de 2013 será aplicada a taxa de juros de 4%  ao ano, com a correção pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Hoje é aplicado o índice IGP-DI (Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna), mais 6% ao ano, sendo que a “União fica autorizada a conceder descontos sobre os saldos devedores dos contratos referidos no art.5, equivalentes à diferença existente entre a variação acumulada dos encargos originais e a variação acumulada da taxa SELIC, verificadas entre a data de assinatura dos instrumentos contratuais e 1. de janeiro de 2013”
Também o PLP que as capitais que renegociarem a dívida junto a União só poderão contrair novos empréstimos, se a dívida financeira for superior a sua Receita Líquida Real anual, se cumprir a metas do Programa de Ajuste Fiscal.
“A votação da matéria na Comissão é um passo importante para que seja apreciada ainda hoje em plenário da Câmara, como anunciou ontem o líder do PMDB. A mudança do índice beneficia Mato Grosso do Sul, já que haverá redução em dois pontos percentuais dos juros, além da alteração do indexador, que é mais realista”, afirmou Otsubo, que votou pela aprovação do PLP na CFT.
A apreciação da matéria só vai ocorrer após a votação de 13 destaques da Medida Provisória (MP) dos Médicos, que até às 16h30min de hoje dependia ainda de acordo entre os líderes partidários para serem colocados em pauta na sessão extraordinária, que começou às 13h30min. 
Ontem, o secretário-executivo interino da Fazenda, Dyogo de Oliveira, disse  que o Governo federal aceitou que as dívidas passem a ser corrigidas por taxa Selic ou índice de inflação IPCA mais 4% ao ano, o que for menor. Foi por esse motivo que a matéria voltou a tramitar, já que em julho o próprio Governo federal – que é o autor do PLP - anunciou que era contrário ao texto.   

Mato Grosso do Sul

A mudança do índice de correção e da taxa de juros é defendida em Brasília desde o ano retrasado pelo governador André Puccinelli. O gestor estadual esteve em várias reuniões no Ministério da Fazenda e no Congresso Nacional para tratar sobre a alteração do indexador, quando  defendeu a mudança de índice, dos juros (de 6% para 3%) e a redução de comprometimento da Receita Líquida Real (RLR) até o limite de 9%.  Hoje o percentual é de 15% da RLR, com a taxa de IGP-DI mais 6%, o que representa,  em média, o desembolso de R$ 900 milhões/ano.






Comentários Comente a notícia


Leia maisMais notícias

PRF divulga principais causas de acidentes nas rodovias federais do Mato Grosso do Sul

Causas presumíveis são aquelas que o policial determina, após observar os vestígios, indícios e provas colhidas no local do acidente

Caravina anuncia isenção de taxa e quer os 79 municípios na próxima Copa Assomasul

O prefeito anfitrião, Paulo César Silveira (Paulo Tucura), fez referência a crise que assola os municípios

SEGURANÇA ALIMENTAR

Segurança alimentar em MS terá R$ 955 mil para pesquisa com indígenas e atualização de plano

Atualmente a Caisan/MS é composta por membros da Sedhast, Secretaria de Estado de Educação, Secretaria de Estado de Governo, Secretaria de Estado de Saúde e Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

Jovens de MS serão amparados pelo Núcleo de Promoção e Defesa da Defensoria Pública

Na oportunidade foi pactuado que a Defensoria Pública promoverá a alteração da resolução que criou o Nudeca, de modo a garantir a inclusão da juventude entre as competências do órgão

Sinpol-MS pede transferência de presos após tentativa de fuga na DP de Fátima do Sul.

Recentemente, a categoria realizou uma mobilização pelo fim da custódia de presos nas delegacias que resultou no acordo com a Coordenadoria das Varas de Execuções Penais que se responsabilizou em retirar, gradualmente, os detentos condenados das delegacias até dezembro de 2018 e prevê o atendimento de emergencial em unidades em situação crítica

Ministério Público liga propina à Odebrecht; Moro prolonga prisões

Os documentos embasaram a decisão do juiz Sergio Moro, responsável pelas ações da Lava Jato, que decretou nesta sexta-feira (24) nova prisão preventiva dos executivos do grupo, entre eles seu presidente, Marcelo Odebrecht.

PF faz buscas em imóveis de Collor, ex-ministros e presidente nacional do PP

A Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão em imóveis ligados a eles, como nas residências de Collor em Brasília e em Alagoas.





contato@belavistams.com.br
© 2011 - João Carlos Velasquez - Todos os direitos reservados

Webmail | Desenvolvido por JPWeb